[ENTREVISTA ESPECIAL] Isabela, de "Apenas Respire"

By Soul dos Livros - 21:47

Boa noite, leitoreees!! Aqui vou eu com mais uma Entrevista Especial!

Hoje tenho o prazer de apresentá-los Isabela Alencar, principal do livro "Apenas Respire" da autora parceira Rossana Cantarelli! Podem ler à vontade, pois só foram respondidas as perguntas que não continham spoilers! ;)

(Recadinho da Isa)
Vocês leram minha história em Apenas Respire e hoje vou responder algumas perguntas que leitores fizeram para o blog Soul dos Livros, da lindona Vi.


Nome: Isabela Machado Alencar

Idade: 37 anos
Estado onde mora: Rio de Janeiro - Brasil
Estado civil: Viúva
Profissão: Produtora musical
Livro: "Apenas Respire"
Autora: Rossana Cantarelli





ENTREVISTA:

1 - Em que momento caiu a ficha de estar tendo um romance? De ter dado um beijo no seu ídolo?

Bem, digamos que o Bellucce sempre foi minha fantasia desde a adolescência. O primeiro beijo demorou para acontecer. Eu acho que nós dois queríamos muito, mas ambos estavam inseguros quanto ao desejo do outro. Acho que o meu era evidente (risos), mas como o Luc era casado, e ele não faz o tipo "galinha", deve ter pensado se valia mesmo a pena um envolvimento.
Eu me apaixonei por ele, claro, mas ele não dava indícios que era recíproco. Eu não beijei um ídolo, eu beijei um homem que eu estava apaixonada.

2 - Isabela, diga a verdade, quando você viajou para NY para fazer a pesquisa, no fundo tinha a expectativa de rolar algo com o guitarrista Bellucce?

Fantasiar a gente fantasia. Sou humana e tenho hormônios. Eu achei que em algum momento poderia rolar um interesse dele. Mas jamais pensei que ele se apaixonaria.

3 - Como você distinguiria e definiria os seus sentimentos pelo Belluce e pelo Jean?

Bellucce foi paixão, foi fogo, foi carne; Jean foi amor, cumplicidade, respeito.

4 - O que você sentiu quando reencontrou o Bellucce?

Você quer saber quando voltei para NY produzir a Dawn Sunless? Bem, eu queria ficar com ele, ter uma história com ele. Mas já que não fui correspondida na minha expectativa (você sabe como ele foi frio), abri a guarda para conhecer outro.

5 - Por que você ficou tão indecisa ao invés de agir com a razão?

E existe razão na paixão? Atire a primeira pedra quem nunca.

6 - O que você sentiu quando viu a primeira vez o Jean? Houve alguma comparação que fez entre o Jean e o Bellucce?

O Jean era um deus grego, lindo de viver. Impossível fazer comparação á primeira vista. Depois eu senti que o Jean podia me dar aquilo que eu queria no momento: um relacionamento tranquilo, estável e sadio. Coisa que eu não sentia em relação ao Bellucce.

7 - Foi muito difícil se adaptar a uma vida fora da sua zona de conforto como tinha no Brasil? Se mudar para uma cidade nova e diferente?

Depende, quando fui para estudá-los e produzi-los foi fácil porque sabia que uma hora eu voltaria para minha vidinha pacata. Já quando fui morar, foi bem difícil, sim. Tudo novo, normal que ficasse insegura. Mas eu estava certa do que queria quando fiz a escolha.

8 - Isa, se você pudesse mudar alguma coisa na sua história com o Bellucce, o que você mudaria?

Difícil responder, porque precisei viver tudo para chegar onde estou. Acho que teria deixado ele falar mais. Cada vez que ele tentava se explicar, eu o cortava. Acho que tinha medo de ouvir o que ele tinha para me dizer. Acho que é isso: eu teria deixado ele falar.


(Mais um recadinho da Isa)
Obrigada pelo oportunidade, Vi. Adorei as perguntas. Agora espero que leiam a minha história, a história louca da minha vida, carregada de paixão, indecisão, inseguranças, mas recheada de muita verdade.


MUITO OBRIGADA, ISABELA, PELA ENTREVISTA!

  • Share:

You Might Also Like

2 comentários

  1. Vi, obrigada por ter dado essa oportunidade à Isabela. Ela é uma mulher incrível. Espero que muitos leiam a história dela.
    Beijos
    Ro

    ResponderExcluir
  2. Amei muitooo !!!! Que linda entrevista 😍❤

    ResponderExcluir