[RESENHA #50] O Duque e Eu - Quinn, Julia

By Soul dos Livros - 20:56

BOA NOITE, LEITORES! ESTÁ É A NOSSA 50ª RESENHA! *-----* PALMAS PARA SOUL

*clap* *clap* *clap*

Mais uma resenha linda desse nosso Junho Soul! Dessa vez, sobre um romance de época ;D Comecei a ler esse livro junto com várias garotas de um grupo dos Bridgertons criado com o objetivo de ler 1 livro da série por mês e conversar sobre essas lindezas da Julia Quinn. Esse eu li em abril, rs. Vamos então?

Para a bat-resenha!



NOTA: 4/5

ONDE ENCONTRAR: SARAIVA - AMAZON - SKOOB

SINOPSE: (a ser disponibilizada)




O livro conta a história da filha mais velha da família: Daphne e a procura persistente da mãe por um marido para ela. Com 8 filhos, metade mulheres, nunca é cedo demais para casar a mais velha. Porém, Violet, a mãe, sabe com quem não quer que Daphne fique: e esse é o recente Duque Hastings (ou Simon), conhecido por ser cafajeste e libertino. Quando compreendi isso, achei que já tinha descoberto tudo. Porém, o livro reserva surpresas atrás de surpresas. Boas e ruins.

Quando Daphne conhece Simon, ela está justamente tentando afastar um pretendente insistente. Simons entrara na festa pelos fundos em via de não chamar atenção e ser obrigado a ficar, e se vê nessa cena estranha em que não tem certeza se deve interferir. Até que o homem avança em Daphne e Simon sai de seu esconderijo para ajudá-la. Mas Daphne tem 4 irmãos e sabe dar um belo soco. Resolvendo o que fazer com o desacordado pretendente, é assim que os dois se conhecem.

Logo passam a ser colegas e decidem fazer um combinado: fingirem estar cortejando um ao outro para que Simons não seja importunado por outras moças solteiras e suas mães; e para que Daphne seja considerada cobiçada, finalmente, visto que sempre é vista como amiga e nunca mulher. É nessa cumplicidade que vemos o romance complicado deles surgir.

O livro é em terceira pessoa, tem um toque sensual no modo que descreve as personagens e eu simplesmente devorei. É fluido e curioso, você quer saber o que vai acontecer e como vai acontecer. Muitos, muitos conflitos ainda aguardam esse casal e vemos uma história que não acaba após o casal ficar junto - pelo contrário! - quase metade do livro ainda aguarda o leitor.

Não gostei de algumas coisas na história, ações de Simon e de Daphne que foram erradíssimas. Mas tem vários pontos nesse livro que mostram fatores da época, como a ignorância, o desconhecido do próprio corpo, a ingenuidade e o julgamento fortíssimo da sociedade. E o ódio cego construído por uma longa infância de maus-tratos. É forte e pesado e lida com temas inesperados. Várias vezes fui surpreendida.

Recomendo esse livro - com certeza - para quem deseja um romance diferente e novo. E para quem gosta de livros de época, pois se passa em meados do século XIX/XX. Me diverti muito lendo, devorei em pouco mais de um dia! rsrs.

Muito obrigada, espero por vocês amanhã!!

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários