[RESENHA #33] Rangers (12), Arqueiro do Rei - Flannagan, John

By Soul dos Livros - 21:58

Boa noite!

Depois de muito tempo me enrolando com a faculdade, peguei firme para terminar esse livro da série que eu mais que amo e trouxe uma resenha nova! ^^ Parte dela terá spoilers, e eu avisarei. Como é o último livro da série, é difícil não revelar algumas coisas. Então, farei uma análise mais geral do livro e série antes e por último haverá a parte individual do volume 12. Acaso você já tenha lido os outros livros, fique à vontade para passar para o final. Se é curioso e não liga para spoilers, por favor, seja meu convidado a ler tudo :) Obrigada!




SINOPSE: Desde que sofreu um duro golpe do destino, Will Tratado, agora um celebrado arqueiro do reino de Araluen, não passa de uma sombra do jovem dedicado e corajoso do passado. Cansado, apático e sem vontade de viver, seu isolamento preocupa os amigos.

Para evitar que Will perca o precioso título de Arqueiro do Rei, ele recebe uma nova e diferente missão: terá que treinar um aprendiz. Ou melhor, uma aprendiza: ninguém menos que Madelyn, filha de Horace e de lady Cassandra, que agora é a princesa regente de Araluen. Maddie, como é conhecida, embora seja carinhosa e esperta, tem atitudes arrogantes e impetuosas que incomodam seus pais e que podem pôr o reino em perigo no futuro. 

Talvez Will não tenha paciência para transmitir as técnicas e estratégias de um bom arqueiro para uma adolescente mimada e rebelde. Ou talvez esse desafio seja uma chance incrível de recomeçar. Afinal, voltar à ação pode ser o remédio que Will precisa para curar suas feridas. Mas, certamente, encarar um perigo real não é a melhor ideia. O que fazer quando não se pode fugir do destino?






Rangers - A Ordem dos Arqueiros é uma série que já apareceu aqui no blog dentro da TAG sobre Livros Formadores de Caráter e seu primeiro volume foi o primeiro livro que eu decidi comprar por mim mesma. O primeiro que realmente pedi para a minha mãe comprar. Então, já sou suspeita com esta série. Vou falar um pouco geral sobre a história, para localizar quem não conhece.

A personagem principal dessa história (da série) é Will. Acompanhamos seu crescimento enquanto ele treina para ser um Arqueiro do Rei, posição mais que privilegiada e homens mais que habilidosos. É realmente incrível e delicioso o modo com que John Flanagan escreve porque é muito simples. E, honestamente, para quem está acostumado a ler em letras pequenas sempre com várias páginas, vai julgar os livros como superficiais ou rasos por serem de letras maiores (+/- 14, acredito) e de narrativa mais leve e simples. Tem detalhes e todas as emoções são passadas como devem, mas você percebe que não é nenhum Crônicas de Gelo e Fogo, pois não é feito para ser isso. Inicialmente ele escreveu este livro para provar para seu filho que "meninos pequenos e magros" podem ser heróis e incríveis. Então, o público geral de suas histórias seriam de 10 a 18 anos, talvez. É claro que atrai pessoas mais velhas por seu universo medieval e diferente, mas este livro foi feito para ser entendido por uma criança que nunca leu tantas páginas. Eu lembro quando eu tinha 11 anos e achei o primeiro livro um desafio e me achei incrível por ter lido em um dia, rsrs.

Bom, agora, falando sobre o livro de modo geral, eu acho que a narrativa do autor mudou, como se fosse um livro que não foi planejado e depois ele disse: "ah, quer saber, vou fazer". Ficou um pouco diferente, não necessariamente ruim. Senti uma detalhação maior em alguns fatores mais "poéticos" e um drama mais pesado por parte da história, pois começa já nos dizendo que Will sofreu uma perda muito grande. Então já é um livro que é um pouco rodeado pelo fato "luto" e superação dele. Outra coisa que muda foi a inserção da ideia de uma arqueirA, a primeira da Corporação. Que o Will deve treinar. Eu achei interessante a ideia, mas admito que não sei se gostei, porque pareceu um pouco superficial, já que não foi 100% desenvolvida. Pareceu um pouco de repente, rs.

No geral da história eu gostei bastante, lágrimas no final por saber que tinha terminado tudo etc, rsrs. Embora eu saiba que há um volume (até agora acho que só vi 1, pelo menos) como um "spin-off" que seria a história antes do primeiro dessa série, que estou bastante interessada e com certeza vai aparecer aqui ainda! Recomendo como sempre recomendarei um livro da série Rangers, obrigada por ler!!


ALERTA DE SPOILERS!! SPOILERS ABAIXO! SPOILERS ABAIXO!!

Caro leitor. Vou avisar mais uma vez: spoilers abaixo!!!

Bem, quando chegamos ao volume 12 encontramos uma época em que Will já tem mais de trinta anos, provavelmente chegando perto dos quarenta, pelo modo que o retratam, mas não dá pra ter certeza. E ele sofre a perda de Alyss, que morre tentando salvar algumas pessoas de um incêndio em uma estalagem. Cego de vingança, começa a negligenciar seus serviços como Arqueiro do Rei. (Opinião pessoal: fiquei desesperada quando descobri que alguém tinha morrido, aliviada por não ter sido o Halt, super triste pelo Will por ter sido a Alyss). Junto a isso, Horace e Cassandra (Evalyn) estão casados e têm uma filha rebelde e arrogante. Cansados de tentar controlá-la e discipliná-la, Halt dá a ideia de ela se tornar aprendiz de Will.

O livro é bem gostoso de ler, é bom ver como o Will é como instrutor. E vemos bastante semelhança com o próprio Halt. Tem a clássica missão que os dois se envolvem, algumas coisas mais sérias acontecem, e tem até uma cena em que o Will começa a chorar muito. Eu gostei de como ficou, mas acho que o Flanagan pesou um pouco para o lado mais psicológico e tenso. Se uma criança lesse não sei se ia achar tranquilo ou entender bem todo o sofrimento dele e como tudo vai mudando com a Maddie. Achei um pouco diferente o jeito da narrativa, um pouco mais detalhista. Não sei se foi por fazer tempo que não leio algum livro dele.

Em geral, acho que é um livro bom, gostei. Fiquei emocionada por finalmente ter lido todos os livros e tudo mais. Mas perdeu um pouquinho seu peso quando deu a sensação de ter sido feito um pouco quebrado se comparado aos outros da série. Senti uma distância muito grande do 10/11 para o 12. Pareceu um pouco desconexo, demorei umas 30/40 páginas para me localizar na história.

Sei que um spin-off (ou algo do tipo) foi lançado em que mostra uma história "pré-Rangers", com, ao que parece, a história da 1ª guerra contra Morgarath, com certeza lerei e voltarei a falar do Sr. Flannagan por aqui! Recomendo como sempre recomendarei um livro da série Rangers, obrigada por ler :)

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários